24 de junho de 2019

Anape participa do encontro do Colégio Nacional de Corregedores das Procuradorias Gerais dos Estados e do DF

O presidente da Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal, Telmo Lemos Filho, integrou a mesa da solenidade de abertura do encontro do Colégio Nacional de Corregedores das Procuradorias Gerais dos Estados e do DF. O evento ocorre entre os dias 13 e 14 de junho, na capital alagoana, e tem como objetivo promover a troca de experiências entre as corregedorias que integram o Colégio. A programação da segunda Reunião Ordinária de 2019 traz palestras sobre temas atuais e relevantes para a carreira.

Na ocasião, o presidente pode compartilhar a experiência da associação na defesa do desenho institucional da Advocacia Pública e da carreira dos Procuradores do Estado. “Tive a oportunidade de fazer um relato sobre a atuação da Anape nos mais diferentes espaços, tanto a atuação judicial quanto atuação legislativa. Também ressaltei a importância que as Corregedorias têm dentro da estrutura das Procuradorias como fator de estabilidade, uma vez que o corregedor-geral é eleito e está menos sujeito aos rumores do governo do momento”, destacou Telmo Lemos Filho.

Entre os temas debatidos no evento, estão: a reforma na Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro e os impactos na atuação do Advogado Público, os avanços quanto à elaboração de Código de Conduta da PGRJ, a organização da Corregedoria no SEI – DF, a Corregedoria Digital: alertas para a Corregedoria e Chefias para a fiscalização, os instrumentos em implantação, além das tendências e desafios do Direito Administrativo na contemporaneidade. O Procurador-Geral de Alagoas, Francisco Malaquias, e o presidente da Associação dos Procuradores do Estado, Fávio Gomes de Barros, também estiveram presentes na abertura.

Na cidade, o presidente da Anape realizou, ainda, uma maratona de entrevistas. Compareceu à TV Mar, à Rádio Pajuçara e conversou com o jornal Tribuna Independente. Na pauta, temas como Reforma da Previdência, a atuação da Anape e o encontro do Colégio Nacional de Corregedores das PGEs.