19 de outubro de 2017

Nova diretoria da Associação dos Procuradores do Estado da Paraíba toma posse para gestão 2017-2020

foto-aspas

A nova diretoria da Associação dos Procuradores do Estado da Paraíba (Aspas) tomou posse para o triênio 2017/2020 na noite da última quinta-feira (27/7), na sede Procurador Arlindo Delgado, em João Pessoa. O ato ocorreu logo após a comissão eleitoral decretar a chapa vencedora no pleito da categoria, realizado durante todo o dia. O novo presidente é o procurador Flávio Lacerda que, ao lado dos demais membros da diretoria, ficará responsável pela condução da Aspas durante os próximos três anos.

Logo após tomar posse, o novo presidente afirmou que pretende desenvolver um trabalho de continuidade junto à nova diretoria, na tentativa de fazer a associação crescer e defender, cada vez mais, as prerrogativas dos procuradores do Estado da Paraíba. Segundo Flávio Lacerda, uma das metas de sua gestão será congregar toda a carreira e tentar novamente uma relação harmônica com o governo do Estado.

“O voto de grande parte dos colegas ativos e inativos nos dá legitimidade na gestão da Aspas. A intenção é que a associação cresça. Vamos agora buscar reunir a carreira, distensionar e congregar todos os colegas para tentar novamente um diálogo com o governo do Estado para a melhoria da nossa realidade, principalmente em relação aos outros Estados. Avançamos bastante, saímos fortalecidos da última eleição, mas foi um ciclo que se encerrou e agora vamos a uma nova etapa em busca de melhorias para a carreira. Tantos os ativos quanto os inativos terão papel relevante na associação”, comentou o novo presidente.

Além de Flávio Lacerda, compõem a nova diretoria os procuradores Renovato Ferreira Júnior (vice-presidente); Gustavo Nunes Mesquita (secretário-geral); Rachel Lucena Trindade (diretora administrativo-financeiro); Felipe de Brito Lira Souto (diretor de relações institucionais); Afrânio Athaíde Bezerra Cavalcanti (diretor de inativos); e Luiz Filipe Ribeiro (diretor acadêmico).

A ex-presidente da Aspas, Sanny Japiassú, desejou sucesso a nova diretoria e se colocou à disposição para ajudar a entidade na presidência do Conselho Deliberativo da Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF (Anape), cargo que assumiu no início de junho.

“Estou feliz porque Flávio Lacerda nos acompanhou, em minhas duas gestões, na função de secretário-geral. É uma pessoa que admiro muito, de bom caráter e o que posso desejar é que ele execute uma gestão operosa, profícua e realizadora. Saio deixando a Aspas nas melhores mãos. Saio tranquila, na confiança de que essa nova diretoria fará a Aspas maior ainda”, comentou.

Eleição
A eleição da Aspas teve início às 9h de quinta-feira (28/7), e terminou às 17h. Cerca de 55 associados participaram da votação e referendaram o voto a favor da chapa concorrente. “O pleito foi tranquilo, tivemos início no horário fixado e lá permanecemos durante oito horas ininterruptas, conforme determina o estatuto, e já demos posse aos eleitos. Esperávamos um índice um pouco maior de votantes, mas uma boa representação da categoria compareceu, o que dá legitimidade à eleição. A nova diretoria tem, com certeza, o respaldo da categoria para exercer o novo mandato que lhe foi outorgado”, comentou o presidente da Comissão Eleitoral, o procurador Igor de Rosalmeida Dantas.

De acordo com o resultado da eleição, a nova composição do Conselho Deliberativo da Aspas terá o procurador Renan de Vasconcelos Neves como presidente. Ele foi o mais votado, com 43 sufrágios dos associados. Os demais membros titulares serão: Lilyane Fernandes Bandeira de Oliveira (42 votos), Paulo Renato Guedes Bezerra (40), Manoel Sales Sobrinho (37) e Walquiria Peixoto Veloso Borges Pereira de Lima (32). Os suplentes serão José Murilo Bernardo (30), Nita Lúcia Rangel Duarte (24) e José Maria da Silva Madruga (13).

O Conselho Fiscal terá a presidência do procurador Carlos Arthur de Almeida Pereira, que obteve 38 votos dos colegas. Os demais integrantes titulares eleitos são Sérgio Roberto Félix Lima (36 votos) e Ariano Wanderley de Vasconcelos (30). Os suplentes serão Alexandre Magnus Ferreira Freire (28) e Jaqueline Lopes de Alencar (27).

*Com informações da Associação dos Procuradores do Estado da Paraíba (Aspas)

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.