• (61) 3224-4205
  • (61) 3963-7515

Profissionalização da administração pública

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

A Procuradora do Estado do Rio Grande do Sul, Marciani Lansoni, publica na edição de hoje, 29, do jornal Correio do Povo, Rio Grande do Sul, artigo em que analisa a profissionalização da Administração Pública. Confira:

 

Um dos primados de qualquer organização, até mesmo dentro dos nossos lares, é a utilização do menor volume de recursos possível para atingir o melhor rendimento. Não é diferente na administração pública, que pauta sua conduta pelo princípio da eficiência, disposto no caput do artigo 37 da Constituição da República. Entretanto, na maioria dos órgãos públicos, os gestores são capacitados para o desempenho da atividade-fim, e não para a administração dos recursos (materiais e humanos), tampouco para o planejamento a curto, médio ou longo prazos. Sou procuradora do Estado, fiz concurso de provas e títulos que exigiu conhecimentos na área jurídica, e não na área de administração. Na instituição à qual pertenço, a cada gestão, são realizadas trocas de pessoas que implementarão as diretrizes que entendem corretas para a continuidade do serviço e para o planejamento da instituição, que é duradoura. Assim também é no Tribunal de Justiça, no Ministério Público e na Defensoria Pública, por exemplo. A reflexão sobre a necessidade de profissionalizar o serviço público, bem atendendo ao princípio da eficiência, levou o poder Executivo, por meio da Procuradoria-Geral do Estado e da Secretaria da Fazenda, juntamente com o poder Judiciário e o Tribunal de Contas, a firmar, na semana passada, um termo de cooperação para a realização de Curso de Mestrado Profissional em Administração Pública. Isso demonstra a conscientização da necessidade de que servidores públicos, preparados para uma determinada atividade, também sejam dotados de conhecimento técnico suficiente para bem gerenciar a administração pública. Na mesma linha, foi noticiada a proximidade de lançamento de edital de concurso para servidor da Procuradoria-Geral do Estado, o qual possui previsão de cargos para assessor administrador. Ou seja, a instituição será contemplada com pessoas preparadas para assessorar na gestão de recursos e pessoas. Desse modo, verifica-se o prenúncio de novos tempos para a administração pública, uma vez que os recursos obtidos por meio do dinheiro de todos para bem movimentar os serviços públicos serão gerenciados com a noção técnica adequada e avançada para tanto. Tudo isso, sem dúvida, reverterá em benefício da sociedade, que é a destinatária do nosso labor. Marciani Lansoni Procuradora do Estado do Rio Grande do Sul